Se você busca uma farinha que possua um melhor teor de nutrientes e menos carboidratos que a farinha de trigo para fazer receitas no dia a dia, saiba que a farinha de grão de bico pode ser uma ótima aliada!

Ela apresenta um teor maior de proteína (24% contra 10%); gordura (5% contra 1%), fibras (5% contra 2%) e minerais (3,3% contra 0,5%) em relação à farinha de trigo refinada. A farinha de grão de bico possui 7 vezes mais potássio, 3 vezes mais cálcio, cobre e ferro, e mais da metade de zinco e magnésio que a farinha de trigo. Enquanto o seu teor em carboidratos é aproximadamente 35 a 40% menor – em 100g da farinha da leguminosa temos em torno de 50g de carboidratos, já na farinha do cereal temos em torno de 80g do nutriente.

Outra vantagem do grão de bico em relação às outras leguminosas é que ele apresenta um teor muito baixo de fatores antinutricionais (o que é bom pois a farinha muitas vezes é feita com o grão cru, que provavelmente não passou por “molho”). Se você está seguindo uma alimentação com redução de carboidratos provavelmente assustou-se com o teor de carboidratos da farinha – definitivamente ela não é tão reduzida em carboidratos como uma farinha de nuts, linhaça ou coco – mas também irá conter muito menos gordura (e mais proteína), o que influencia num valor calórico menor.

Fora isso o sabor neutro e o preço BEM mais acessível ganham em disparado da farinha de amêndoas/castanha (muito utilizadas em receitas low carb por terem um paladar agradável e neutro também). Por conter menos gordura ela dá um aspecto mais seco à massa (característica que geralmente não conseguimos com o uso das anteriores). Então, se você está numa dieta lowcarb, mas gosta de fazer um bolo, torta salgada ou pães eventualmente, porque não tentar utilizar parte farinha de grão de bico, parte farinha de linhaça/nuts em suas receitas? Pode ser uma boa ideia, certamente o seu bolso irá agradecer!

Share This