Bolos (de todas as formas, texturas e sabores) costumam ser paixão nacional! 🤤🍰 Por isso, independentemente do tipo de dieta, as pessoas sempre dão um jeito de modificar um ou outro ingrediente na receita original para que dali surja um bolo “adequado” à restrição que se está fazendo: lowcarb, sem açúcar, sem glúten, sem lactose, hiperproteico, etc 👌😎 Entretanto, quando o objetivo é emagrecimento, saiba que incluir bolo na rotina costuma ser uma furada 😞👎 Digo isso pois, para que um bolo dê certo, você geralmente precisa de ao menos 4 elementos: ovo 🥚 (ou alguma substituição vegana a altura); uma parte seca (alguma farinha); uma parte gordurosa (geralmente manteiga/ óleo de coco/ leite de coco, etc) e algo que dê o sabor doce (açúcar/ mel/ adoçantes artificiais ou naturais/ frutas frescas/secas, etc) 🍌🍯🍫 Mesmo que você utilize um adoçante sem calorias para dar o dulçor, os outros elementos provavelmente já irão somar um bom montante de calorias 😬😬 Lembra que UNIR MUITA GORDURA (manteiga/óleo de coco/leite de coco) com MUITO CARBOIDRATO (farinha de trigo/aveia/milho/polvilho/tapioca, etc) é o que geralmente nos leva a engordar? 😫 E se você pensou “ahh, mas o meu bolo é lowcarb, faço com farinha de amêndoas/castanha”…nesse caso você está fazendo um bolo baixo em carboidratos mas com o DOBRO de gordura, então isso continuará não lhe ajudando muito pois a grande quantidade de calorias ainda é o problema, considerando o objetivo de perda de peso 🤷‍♀ Claro que cada receita deve ser avaliada individualmente, e acima de tudo, a PORÇÃO que você irá pegar é o que de fato irá definir se você está ou não colocando os seus resultados em risco 👊🤓 Se você faz acompanhamento nutricional com um profissional e tem uma receita de bolinho em seu plano, certamente ela já foi cuidadosamente avaliada e cabe na sua rotina na porção indicada 👌🤓 Mas se você quer emagrecer e não tem acompanhamento, aceita essa dica: prefira deixar bolos (independentemente do tipo) apenas na sua exceção, e não na regra 😉

Share This