Uma escala chamada “índice de saciedade” foi desenvolvida em 1995, em um estudo que testou porções de 240 calorias de 38 alimentos diferentes (entre eles pães, biscoitos, frutas, snacks, alimentos fontes de proteína, etc) (1). Através dessa escala (e do assunto na prática, claro) vemos que alimentos com a mesma caloria podem proporcionar diferentes níveis de saciedade.

Nesse estudo, a batata cozida foi o alimento que mais contribuiu positivamente para a sensação de saciedade dos participantes (mais até que as fontes de proteína). Algumas evidências indicam que parte da justificativa para isso é que elas contêm uma proteína chamada inibidor de proteinase 2 (PI2). Esta proteína mostrou o poder de suprimir o apetite em humanos e animais em outros estudos (2, 3). O fato da batata cozida promover mais saciedade que a batata frita, por exemplo, mostra que o tipo de cocção a que o alimento é submetido também conta para esse fator! A retenção de água no alimento aumenta o seu volume. O maior peso, por sua vez, mesmo que às custas de água, ajuda a aumentar a saciedade! Levando isso em consideração podemos concluir que COZINHAR OS ALIMENTOS TALVEZ SEJA MAIS INTERESSANTE QUE ASSÁ-LOS (pois dessa forma você adiciona água à estrutura do alimento, ao invés de perdê-la). Portanto, uma pequena porção de batata cozida associada às verduras/legumes e à fonte de proteína pode ser uma ótima maneira de associar prazer e saciedade à refeição, e raramente irá atrapalhar o seu emagrecimento (caso esse seja o objetivo)! P.S. como sei que essa pergunta deve surgir, tanto a batata inglesa quanto a doce podem ser usadas na rotina – ambas apresentam algumas vantagens e desvantagens em relação à outra. A inglesa tem um pouco menos de carboidrato que a doce, por exemplo; já a segunda tem mais beta-caroteno (um tipo de antioxidante) e um menor índice glicêmico. Em resumo: alterne entre elas assim terá um pouco dos benefícios de cada 😉

REFERÊNCIAS
1. A satiety index of common foods. Eur J Clin Nutr. 1995 Sep;49(9):675-90.
2. Potato protease inhibitors inhibit food intake and increase circulating cholecystokinin levels by a trypsin-dependent mechanism. Int J Obes (Lond). 2011 Feb;35(2):236-43. doi: 10.1038/ijo.2010.192. Epub 2010 Sep 7.
3. Oral administration of proteinase inhibitor II from potatoes reduces energy intake in man. Physiol Behav. 1990 Aug;48(2):241-6.

Share This