Você parou de usar azeite de oliva extra virgem para cozinhar porque leu que ele se degrada quando aquecido? 

Humm… Não é bem assim! Na verdade, ele é uma excelente opção. Veja por que neste post.

Dúvidas nos comentários, ok? Respondo o antes possível.

O azeite de oliva é estável quando aquecido

O azeite de oliva é definitivamente uma das gorduras mais saudáveis que temos! Não é a toa que ele é componente importante da dieta mediterrânea – dieta seguida pelas populações consideradas mais saudáveis do mundo.

Muitos dos benefícios do azeite vêm do alto teor em compostos fenólicos antioxidantes/anti-inflamatórios (que protegem o LDL de ser oxidado e consequentemente transformado em uma partícula com alto potencial de causar problemas cardiovasculares) e da grande quantidade de gordura monoinsaturada (mais de 70% da gordura do azeite é desse tipo).

O alto nível de estabilidade ao calor que o azeite de oliva tem é devido justamente à sua composição rica em ácidos graxos monoinsaturados. Tanto estes quanto os ácidos graxos saturados (presentes em maior quantidade nas gorduras animais e no óleo de coco) são os mais indicados quando temos a necessidade de elevar a temperatura em uma determinada preparação.

Já os óleos vegetais (como soja, canola, milho, girassol, etc), por serem cheios de gorduras poli-insaturadas, possuem alto risco de se oxidarem e produzirem substâncias tóxicas/com alto potencial de danos ao nosso corpo (dica: elimine esses óleos de vez da sua vida). .

Estudos mostram uma alta estabilidade do azeite (com baixo nível de oxidação) em temperaturas em torno de 180ºC mantidas por várias horas – inclusive em frituras de imersão.

A única coisa que pode acontecer é uma leve mudança no sabor e aroma dele a depender do tempo de exposição ao calor.

Então, esquece aquela história de que azeite “só deve ser usado frio ou para finalizar o prato, mas jamais para cozinhar”. Claro que utilizar o azeite “cru” irá garantir a totalidade dos seus benefícios, mas ele é sim uma excelente opção também para usar nas receitas de forno e fogão!

Receba em seu e-mail conteúdo exclusivo que vai te ajudar a perder peso sem neuras nem loucuras. Receitas, vídeos e dicas da Nutri Paula Mello.

0 comentários

Últimas Postagens

Comer maçã dá fome?

(Se você pensou: SIMMMM!) Descubra o que justifica o aumento da vontade de comer e como podemos incluir a fruta em nossa rotina sem maiores prejuízos! A primeira explicação, como você já deve saber, é que a maçã, assim como a maioria das frutas doces, é basicamente...

ler mais

Efeito Platô | Trecho do podcast com Senhor Tanquinho

Há alguns meses eu participei do podcast do Senhor Tanquinho. Para quem perdeu, confira aqui um excerto em que eu falo sobre o Efeito Platô e o link para o podcast completo (ao final do texto). Roney: Nós queremos saber: qual é a maior dúvida que você recebe, seja dos...

ler mais

Tudo sobre Jejum Intermitente

Em 2016 e 2017 a busca na internet pelos termos “jejum intermitente/ intermittent fasting” foi GIGANTESCA, o que mostra um interesse crescente sobre um tema que na verdade, já é bem antigo. O jejum tem sido usado como uma prática religiosa e médica há milhares de...

ler mais
Share This