99,9% das pessoas querem ganhar músculos e perder gordura ao mesmo tempo – ué, porque não desejar o melhor dos dois mundos, não é mesmo? Mas o fato é que na nutrição as estratégias que fazem você emagrecer com eficiência são, em boa parte, opostas àquelas que fazem você ganhar massa magra de maneira eficaz. A principal diferença está na base: uma dieta voltada para emagrecimento deve ser HIPOCALÓRICA (ter “poucas” calorias), enquanto que uma dieta voltada para hipertrofia muscular deve ser HIPERCALÓRICA (ter quantidade de energia que exceda as calorias necessárias para o metabolismo basal + o gasto com a atividade física).

Mas é possível fazer as duas coisas ao mesmo tempo? Não é comum, mas é possível. Em geral 100% das pessoas respondem bem aos dois estímulos simultaneamente na seguinte ocasião: QUANDO SÃO/ESTÃO DESTREINADOS E INICIAM/RETOMAM OS TREINOS DE FORÇA. Se você estava parado (ou fazendo um treino “meia boca”) e passa a treinar musculação (ou qualquer outra modalidade de treino de força) de maneira eficiente, você provavelmente irá responder com ganho de massa magra e perda de gordura mesmo em uma dieta HIPOCALÓRICA. Em geral é importante que essa dieta também seja HIPERPROTEICA para que os dois desfechos ocorram concomitantemente.

Masssss, se você é uma pessoa TREINADA, já lhe adianto que será bemmmmm difícil conseguir ambos (com exceção daqueles que estão em uso de anabolizantes, pois nesse caso o hormônio “extra” facilita bastante esse processo). É possível testar estratégias de alternância de volume calórico e carboidratos ao longo da semana, o que pode contribuir para o ganho de músculos e perda de gordura ao mesmo tempo, mas sempre é um plano alimentar mais desafiador para o paciente.

Respire fundo, tenha paciência e entenda que a construção da composição corporal ideal para você será dividida em fases. Eu prefiro trabalhar emagrecimento primeiro, até atingir um percentual de gordura pelo menos dentro do saudável, e a partir daí ir oscilando períodos de dedicação à hipertrofia e períodos de perda de gordura. Mas a decisão sempre será tomada em conjunto com o paciente – ele que dará a palavra final de acordo com as suas queixas/incômodos.

Share This