A dieta precisa ser prescrita em função do treino ou o treino é que precisa mudar para se adequar à prescrição alimentar? 🤔 Claaaro que sempre DEPENDE de vários fatores! Masss, sendo objetiva e o mais didática possível: em geral, quando o objetivo é EMAGRECIMENTO, é o treino que precisará se adaptar à nova rotina alimentar 👊 Algumas vezes é necessário reduzir um pouco os treinos de alta intensidade (ao menos no início, enquanto ainda não existe adaptação do corpo à dieta com menos carboidratos), pois nesse momento a mudança na ingestão alimentar será soberana no alcance do objetivo👌😊 ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Já quando a proposta é melhorar a PERFORMANCE ESPORTIVA, aí o oposto deve ser considerado! A alimentação deverá fornecer nutrientes suficientes para toda a demanda energética, para fazer a recuperação do glicogênio (nossa reserva de carboidrato, principal fonte de energia em treinos intensos) e para fazer a reparação do tecido muscular, de acordo com o volume de exercício executado 🚴🏋🏻‍♀️🏃🏻‍♂️🏄 ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Claro que o treino deve ser considerado no “cálculo” das necessidades nutricionais de uma pessoa que objetiva emagrecer, então eu não quis dizer que essa informação deva ser ignorada na montagem de uma dieta voltada para emagrecimento 🤦🏻‍♀️ Mas é importante que o paciente entenda que no início do processo ele talvez precise perder performance – quase sempre sendo necessário que seja feita nesses casos uma adaptação NO TREINO, e não um remodelamento da dieta. 👊🤓 ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Share This